A Amazon tende a virar uma gigante do entretenimento em pouco tempo.

Quando quis explorar esse mercado, Jeff Bezos criou seu próprio estúdio. Na largada, investiu mais de US$ 5 bilhões em produções originais.

Quem assistiu The man in the high castle ou American Gods, só para citar dois exemplos, sabe que ele não está de brincadeira.

O próximo alvo serão os esportes. A Amazon já fez algumas experiências, mas a estratégia é entrar pesado na briga pelos direitos de transmissão das grandes ligas americanas, NFL, NBA, NHL, etc.

A próxima janela de negociação de contratos será interessante. Tem muita gente apostando que em até cinco anos a Amazon será o melhor lugar para os amantes dos esportes acompanharem seus campeonatos preferidos.

Eu nunca duvido da Amazon.