empresas e inovação

O que um concurso da Netflix pode nos ensinar sobre inovação

O que um concurso da Netflix pode nos ensinar sobre inovação

3 minutos A quantidade cada vez mais expressiva de programas de aceleração de startups idealizados e financiados por grandes corporações prova como essas empresas perceberam a importância de captar a inovação no ambiente externo. Nesse contexto, vale ressaltar que programas de aceleração não são a única possibilidade. Outra forma, geralmente mais barata e adequada para resolver um problema específico, são os concursos de incentivo. Neles, uma empresa propõe um desafio, estipula uma premiação e engaja a comunidade na busca pela resolução da questão proposta. No Continue lendo

O entendimento da jornada do cliente pela TOTVS

O entendimento da jornada do cliente pela TOTVS

3 minutos A jornada do cliente é a trajetória percorrida por um consumidor até sua decisão de compra. Entendê-la em profundidade é uma necessidade de qualquer empresa. Dentre as metodologias disponíveis para apoiar esse processo, o Design Thinking talvez seja a mais utilizada atualmente. O Design Thinking alia um conjunto de abordagens que eram tradicionalmente utilizadas por designers e as disponibiliza para a análise e solução de problemas práticos em contextos diversos. A metodologia também prioriza o trabalho colaborativo e a formação de times Continue lendo

Ambiente de trabalho como facilitador da inovação e da solução de problemas

Ambiente de trabalho como facilitador da inovação e da solução de problemas

3 minutos Já dizia Vinicius de Moraes: “A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.” Muitas pessoas subestimam o impacto do ambiente físico para a boa realização de um trabalho. O ambiente de trabalho deve ser agradável – em todos os casos – e adequado às atividades que a empresa desenvolve. Outro ponto relevante a ser considerado é o fato do ambiente físico de uma empresa poder ser pensado como estímulo a um objetivo específico que se quer atingir. Continue lendo

Sapatos do bem: como a TOMS alia lucro a uma boa causa

Sapatos do bem: como a TOMS alia lucro a uma boa causa

3 minutos A TOMS Shoes é uma legítima representante do que vem sendo rotulado como capitalismo consciente. A empresa foi fundada pelo americano Blake Mycoskie, após uma viagem de férias na Argentina. Lá, o empresário conheceu as alpargatas tradicionais do País, atualizou cores e solados e concebeu uma empresa, partindo de uma proposta de valor simples e consistente: para cada sapato vendido, um sapato seria doado para uma criança carente. Recentemente, li o livro Comece Algo que Faça a Diferença, escrito por Blake e divido aqui Continue lendo

É possível gamificar

É possível gamificar

2 minutos Gamification é a aplicação de princípios, narrativas e ferramentas de jogos em outros contextos. A estratégia se vale de aspectos lúdicos e tem sido usada como forma de engajamento entre consumidores e marcas; alunos e instituições de ensino; trabalhadores e empresas, etc. Gosto especialmente do incentivo simultâneo à cooperação e à competitividade que esse tipo de estratégia proporciona. Um erro de entendimento comum em relação às estratégias de gamificação é pensar que elas requerem altos investimentos em TI e ocorrem necessariamente em Continue lendo

A mesa de Steve Jobs

A mesa de Steve Jobs

2 minutos Cultura organizacional é algo que se constrói no dia-a-dia, nas grandes e pequenas atitudes. Ed Catmull é cofundador e presidente da Pixar e da Disney Animation e escreveu sobre um episódio que ilustra bem o tema em seu livro, que já nasceu clássico, “Criatividade S.A.”. A Pixar revolucionou a computação gráfica e o mercado de animação ao criar Toy Story, o primeiro longa-metragem inteiramente concebido em computadores. O estúdio também é conhecido por sua cultura democrática e voltada à criatividade. Catmull conta Continue lendo

A inesplorato e a curadoria de conhecimento

A inesplorato e a curadoria de conhecimento

4 minutos A economia criativa vem trazendo à tona modelos de negócio, produtos e serviços que até bem pouco tempo atrás não existiam. Mas afinal, o que é essa tal economia criativa? Para o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), economia criativa é um termo criado para nomear modelos de negócio ou gestão que se originam em atividades, produtos ou serviços desenvolvidos a partir do conhecimento, criatividade ou capital intelectual de indivíduos com vistas à geração de trabalho e renda. Continue lendo

Jeff Bezos e o PowerPoint

Jeff Bezos e o PowerPoint

2 minutos Muitas vezes durante minha carreira, participei de apresentações de projetos ou ideias que não estavam bem fundamentadas e, apesar disso, foram aprovadas sem ressalvas. Em algumas dessas vezes, o motivo da aprovação foi uma apresentação em PowerPoint ou programas similares cheia de técnica e floreios. Os softwares empresariais possuem qualidades inegáveis, revolucionaram a forma de se trabalhar e são grandes aliados na hora de “vender o peixe”. No entanto, um efeito colateral dos pacotes office é o fato deles tornarem mais fácil a Continue lendo

Produto Mínimo Viável e como ele pode ajudar sua empresa

Produto Mínimo Viável e como ele pode ajudar sua empresa

5 minutos O caminho (ainda) comum para abertura de uma empresa é fazer uma ou outra pesquisa de mercado, partir para o investimento, abrir as portas e torcer para que os clientes apareçam. Muitas vezes, um novo empreendedor investe as economias de uma vida de trabalho e somente ao colocar seu negócio na rua vai saber se o seu projeto é viável ou não. É um salto de fé absurdo. Absurdo e arriscado. Aquelas estatísticas sobre a maioria dos negócios morrerem logo nos primeiros Continue lendo