empresas e inovação

Os dois pilares da estratégia da Zappos

Os dois pilares da estratégia da Zappos

5 minutos A Zappos é uma empresa cuja estratégia está fundamentada em dois pilares: a excelência no atendimento ao cliente e o desenvolvimento de uma cultura organizacional forte. Quando analisamos a trajetória da organização, é possível perceber que os primeiros anos foram dedicados a viabilizar seu modelo de negócio. Apenas quando a operação se tornou sustentável, a empresa passou a olhar para os fatores pelos quais ela passaria a ser reconhecida. Dois acontecimentos são marcantes no desenvolvimento dos diferenciais citados. Atendimento ao cliente A Continue lendo

Quando é precipitado pivotar

Quando é precipitado pivotar

3 minutos No vocabulário das startups, pivotar corresponde a uma mudança radical no modelo de negócio, após testar uma estratégia e não obter os resultados desejados. Sou um entusiasta da abordagem da startup enxuta, inclusive já escrevi sobre os benefícios de adotar um Produto Mínimo Viável como forma de testar hipóteses de negócio.  Porém, como nenhum método deve ser encarado como infalível, acho pertinente fazer um contraponto sobre a urgência que alguns negócios nascentes têm de pivotar suas estratégias. A tecnologia disponível e o Continue lendo

O busca incansável do Google pelos melhores profissionais

O busca incansável do Google pelos melhores profissionais

2 minutos Em 2008, o Google lançou o seu navegador de internet, o Google Chrome, e logo os usuários perceberam o quanto ele era superior e mais rápido que seu principal concorrente à época, o Internet Explorer da Microsoft. O que pouca gente sabe é que uma disputa de bastidores entre as duas empresas antes do lançamento do browser diz muito sobre o filosofia de gestão de pessoas do Google e como este é um pilar do sucesso da empresa. Uma das crenças fundamentais Continue lendo

Inovar também é saber dizer não

Inovar também é saber dizer não

2 minutos A capacidade de rejeitar oportunidades que resultariam em benefícios de curto prazo é um aspecto relevante e pouco explorado nas estratégias das empresas realmente inovadoras. Essa característica reflete o compromisso da organização em se manter fiel à sua essência e missão, ainda que isso signifique abrir mão de lucros e projetos interessantes. O sucesso de uma empresa é, em grande medida, explicado pela quantidade de caminhos que ela escolhe não trilhar, sempre que esses caminhos não estão relacionados ao seu propósito. Para Continue lendo

O que um concurso da Netflix pode nos ensinar sobre inovação

O que um concurso da Netflix pode nos ensinar sobre inovação

3 minutos A quantidade cada vez mais expressiva de programas de aceleração de startups idealizados e financiados por grandes corporações prova como essas empresas perceberam a importância de captar a inovação no ambiente externo. Nesse contexto, vale ressaltar que programas de aceleração não são a única possibilidade. Outra forma, geralmente mais barata e adequada para resolver um problema específico, são os concursos de incentivo. Neles, uma empresa propõe um desafio, estipula uma premiação e engaja a comunidade na busca pela resolução da questão proposta. No Continue lendo

O entendimento da jornada do cliente pela TOTVS

O entendimento da jornada do cliente pela TOTVS

3 minutos A jornada do cliente é a trajetória percorrida por um consumidor até sua decisão de compra. Entendê-la em profundidade é uma necessidade de qualquer empresa. Dentre as metodologias disponíveis para apoiar esse processo, o Design Thinking talvez seja a mais utilizada atualmente. O Design Thinking alia um conjunto de abordagens que eram tradicionalmente utilizadas por designers e as disponibiliza para a análise e solução de problemas práticos em contextos diversos. A metodologia também prioriza o trabalho colaborativo e a formação de times Continue lendo

Ambiente de trabalho como facilitador da inovação e da solução de problemas

Ambiente de trabalho como facilitador da inovação e da solução de problemas

3 minutos Já dizia Vinicius de Moraes: “A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.” Muitas pessoas subestimam o impacto do ambiente físico para a boa realização de um trabalho. O ambiente de trabalho deve ser agradável – em todos os casos – e adequado às atividades que a empresa desenvolve. Outro ponto relevante a ser considerado é o fato do ambiente físico de uma empresa poder ser pensado como estímulo a um objetivo específico que se quer atingir. Continue lendo

Sapatos do bem: como a TOMS alia lucro a uma boa causa

Sapatos do bem: como a TOMS alia lucro a uma boa causa

3 minutos A TOMS Shoes é uma legítima representante do que vem sendo rotulado como capitalismo consciente. A empresa foi fundada pelo americano Blake Mycoskie, após uma viagem de férias na Argentina. Lá, o empresário conheceu as alpargatas tradicionais do País, atualizou cores e solados e concebeu uma empresa, partindo de uma proposta de valor simples e consistente: para cada sapato vendido, um sapato seria doado para uma criança carente. Recentemente, li o livro Comece Algo que Faça a Diferença, escrito por Blake e divido aqui Continue lendo

É possível gamificar

É possível gamificar

2 minutos Gamification é a aplicação de princípios, narrativas e ferramentas de jogos em outros contextos. A estratégia se vale de aspectos lúdicos e tem sido usada como forma de engajamento entre consumidores e marcas; alunos e instituições de ensino; trabalhadores e empresas, etc. Gosto especialmente do incentivo simultâneo à cooperação e à competitividade que esse tipo de estratégia proporciona. Um erro de entendimento comum em relação às estratégias de gamificação é pensar que elas demandam altos investimentos em TI e ocorrem necessariamente em Continue lendo

A mesa de Steve Jobs

A mesa de Steve Jobs

2 minutos Cultura organizacional é algo que se constrói no dia-a-dia, nas grandes e pequenas atitudes. Ed Catmull é cofundador e presidente da Pixar e da Disney Animation e escreveu sobre um episódio que ilustra bem o tema em seu livro, que já nasceu clássico, “Criatividade S.A.”. A Pixar revolucionou a computação gráfica e o mercado de animação ao criar Toy Story, o primeiro longa-metragem inteiramente concebido em computadores. O estúdio também é conhecido por sua cultura democrática e voltada à criatividade. Catmull conta Continue lendo

A inesplorato e a curadoria de conhecimento

A inesplorato e a curadoria de conhecimento

4 minutos A economia criativa vem trazendo à tona modelos de negócio, produtos e serviços que até bem pouco tempo atrás não existiam. Mas afinal, o que é essa tal economia criativa? Para o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), economia criativa é um termo criado para nomear modelos de negócio ou gestão que se originam em atividades, produtos ou serviços desenvolvidos a partir do conhecimento, criatividade ou capital intelectual de indivíduos com vistas à geração de trabalho e renda. Continue lendo