gestão e liderança

As lições da Luiza

As lições da Luiza

2 minutos Luiza Helena Trajano é uma mulher admirável. Sua trajetória à frente do Magazine Luiza é impressionante. A liderança da empreendedora conduziu a empresa do ponto em que era uma pequena rede de lojas no interior de São Paulo até se consolidar como uma das principais redes de varejo do País. Sua personalidade mistura uma adorável simplicidade, um tino comercial muito acima da média e uma inteligência afiada. Sobre o último item, a empresária já disse em um evento da Endeavor que é Continue lendo

O piloto de Warren Buffett

O piloto de Warren Buffett

2 minutos A busca por foco é uma constante em minha vida. De uns anos para cá, o tema ganhou ainda mais relevância. Como alinhar minhas atividades diárias e minhas metas de longo prazo? Como identificar e cortar da rotina as atividades que me distanciam do meu propósito? Como manter a disciplina no longo caminho que é construir um legado pessoal? Estas são questões constantes que povoam minha mente. Dia desses me lembrei de uma história que faz parte do folclore sobre Warren Buffett, Continue lendo

A política do erro zero

A política do erro zero

3 minutos Essa aconteceu faz muito tempo, mas os aprendizados continuam válidos. Tinha apertado o botão para ligar o computador e iniciar meu dia de trabalho, quando recebi uma ligação: reunião geral, convocada pelo diretor. Logo pela manhã? Assim de supetão? Boa coisa não devia ser. Ao entrarmos todos na sala de reunião, teve início uma bronca monumental. Um gestor raivoso esbravejava para toda a equipe o quanto éramos (todos num mesmo balaio) irresponsáveis. Que aquele tipo de irresponsabilidade não seria mais tolerado. Que havia acontecido algo muito grave e que o Continue lendo

A produtividade dos times

A produtividade dos times

3 minutos Ao longo de minha carreira tive a chance de trabalhar com equipes de todo tipo: grandes, pequenas, de perfil homogêneo, diversas, produtivas, criativas e outras nem tanto. Equipes com bom clima de trabalho e entrega e outras em que a mediocridade dava o tom (dessas últimas, sempre arrumei um jeito de sair na primeira oportunidade). Nesse ambiente diverso que uma carreira em uma empresa grande proporciona, a questão do desempenho sempre me chamou a atenção. Sempre tentei entender quais fatores faziam determinado Continue lendo

Coaching na prática: perdas e ganhos

Coaching na prática: perdas e ganhos

2 minutos Ao contrário do que muita gente pensa e do que alguns profissionais despreparados podem fazer acreditar, o coaching é um processo estruturado para cocriação de possibilidades e realização de objetivos. A abordagem possui bases científicas (psicologia, administração, sociologia, ciências cognitivas, linguística etc) e, de fato, pode trazer resultados relevantes para líderes e profissionais. No intuito de dar minha contribuição para a disseminação das boas práticas do coaching, vez ou outra compartilho conteúdos relacionados ao tema que podem ser úteis para gestores, empreendedores e profissionais que desejam Continue lendo

Pós-Liderança: dicas de livros

Pós-Liderança: dicas de livros

menos de 1 minuto Neste post, que será atualizado constantemente, estarão algumas das referências bibliográficas utilizadas no conteúdo do workshop Pós-Liderança. Os livros citados são livros que eu acho que deveriam ser lidos por todo mundo. Por isso, quis compartilhar de forma aberta aqui no blog. Aviso importante: se você imaginou que o workshop se resume a ler os livros que estão aqui citados, te convido a participar da turma em uma próxima edição. 1. Organizações exponenciais 2. Abundância 3. Oportunidades exponenciais 4. Inevitável Continue lendo

Os fatores motivacionais de Herzberg

Os fatores motivacionais de Herzberg

3 minutos As abordagens clássicas da administração baseavam-se na concepção do homo economicus. De acordo com essas primeiras teorias, a busca por recompensas salariais e materiais seria a fonte de motivação para o trabalhador. Nesse contexto, o objetivo da gestão era estabelecer uma dinâmica de comando e controle, visando promover a conformidade de comportamentos a partir de incentivos materiais. O pressuposto era: o trabalho é uma atividade desagradável e, por esse motivo, estímulos e recompensas externas devem ser utilizados em troca do esforço do Continue lendo

Trabalho algorítmico X trabalho heurístico

Trabalho algorítmico X trabalho heurístico

2 minutos Há muitas formas de enxergar o mundo do trabalho e para onde ele está indo. Uma delas é pelas lentes das ciências comportamentais. Uma relevante conceituação, citada por Daniel Pink em seu clássico “Motivação 3.0”, divide as atividades que desempenhamos na escola e na vida profissional em duas categorias: “algorítmica” e “heurística”. As tarefas algorítmicas são aquelas que obedecem a um conjunto de instruções definidas e sequenciais até chegar a uma conclusão. Resumindo, tal qual nos computadores, há um algoritmo, um conjunto Continue lendo

O que Richard Branson tem a dizer sobre bons e maus atendimentos

O que Richard Branson tem a dizer sobre bons e maus atendimentos

3 minutos Atendimento tem mais a ver com atitude do que com técnica, tem mais a ver com cultura do que com regras escritas em um manual. Nesse sentido, exemplos práticos, frequentemente, geram um aprendizado maior que as eventuais teorias de gestão por trás deles. Os exemplos de hoje vêm de Sir. Richard Branson em seu livro “Like a Virgin”.  Em 1984, sua companhia aérea, a Virgin Atlantic, havia iniciado a rota entre os aeroportos de Londres e Newark. Um marco importante para o negócio.  Ao chegar do voo Continue lendo

O que aprendi quando voltei a ser liderado

O que aprendi quando voltei a ser liderado

6 minutos Voltas que o mundo dá e, anos atrás, finalmente realizava o sonho de trabalhar na diretoria do grande banco no qual trabalhei por uma década antes de empreender. Embora fosse uma promoção, após um bom tempo liderando equipes de aproximadamente 20 funcionários, não seria mais “gerente” e sim “assessor”. Teria um líder e não lideraria ninguém. A experiência me trouxe uma infinidade de desafios: atuação no nível estratégico da organização, realização de trabalhos totalmente diferentes dos que eu estava acostumado, desenvolvimento de Continue lendo