liderança e gestão

O que Richard Branson tem a dizer sobre bons e maus atendimentos

O que Richard Branson tem a dizer sobre bons e maus atendimentos

3 minutos Atendimento tem mais a ver com atitude do que com técnica, tem mais a ver com cultura do que com regras escritas em um manual. Nesse sentido, exemplos práticos, frequentemente, geram um aprendizado maior que as eventuais teorias de gestão por trás deles. Os exemplos de hoje vêm de Sir. Richard Branson em seu livro “Like a Virgin”.  Em 1984, sua companhia aérea, a Virgin Atlantic, havia iniciado a rota entre os aeroportos de Londres e Newark. Um marco importante para o negócio.  Ao chegar do voo Continue lendo

O que aprendi quando voltei a ser liderado

O que aprendi quando voltei a ser liderado

6 minutos Voltas que o mundo dá e, anos atrás, finalmente realizava o sonho de trabalhar na diretoria do grande banco no qual trabalhei por uma década antes de empreender. Embora fosse uma promoção, após um bom tempo liderando equipes de aproximadamente 20 funcionários, não seria mais “gerente” e sim “assessor”. Teria um líder e não lideraria ninguém. A experiência me trouxe uma infinidade de desafios: atuação no nível estratégico da organização, realização de trabalhos totalmente diferentes dos que eu estava acostumado, desenvolvimento de Continue lendo

Gary Vee e a cultura de suas empresas

Gary Vee e a cultura de suas empresas

2 minutos Gary Vaynerchuk é um dos pioneiros entre os gurus das mídias sociais e, até hoje, se mantém no time daqueles que valem à pena ser seguidos. O cara ficou conhecido ao transformar a loja de vinhos do pai em um negócio milionário por meio de um e-commerce e de um vlog em uma época em que quase ninguém pensava que isso era possível. Alguns anos depois, criou com seu irmão a VaynerMedia, uma agência de Marketing Digital. Gosto do Gary Vee por vários motivos, dentre eles: Continue lendo

Não banalize a autoridade

Não banalize a autoridade

4 minutos Aos atuais e futuros líderes, um conselho: não banalize sua autoridade. Funciona assim, o sujeito vira líder e, de repente, não precisa mais fazer tudo sozinho. Há uma equipe para quem distribuir tarefas e delegar atividades. O nome disso é autoridade. Uma rápida pesquisa no Google me retorna os seguintes significados para o termo: direito que determina o poder para ordenar; poder exercido para fazer com que alguém obedeça. Ter poder é ótimo, mas saber exercê-lo na medida certa é uma arte Continue lendo

O pragmatismo de Jeff Bezos

O pragmatismo de Jeff Bezos

3 minutos A Amazon segue sendo, ano após ano, uma das empresas mais inovadoras do mundo. Isso ocorre, na maior parte do tempo, sem o mesmo hype tão tradicionalmente provocado por outras gigantes da tecnologia como Google e Apple, por exemplo. Parte desse fenômeno se deve à personalidade de seu fundador e CEO, Jeff Bezos. Quem me conhece sabe que considero Bezos um dos empresários mais visionários de nossa época e que, frequentemente, o utilizo como referência em textos, palestras, aulas e papos. Uma Continue lendo

Reuniões? Menos, por favor.

Reuniões? Menos, por favor.

4 minutos Um dos setores onde que trabalhei nos primeiros anos da minha carreira em um grande banco tinha a seguinte dinâmica: várias equipes desempenhando a mesma atividade e compartilhando um mesmo espaço físico. Era comum assistirmos as demais equipes parando para realizar infindáveis reuniões de alinhamento enquanto nós seguíamos produzindo. As reuniões eram tão raras e as discrepâncias entre nós e os demais tão evidentes que a situação virou piada interna. Provocávamos nosso gerente com frases como: “quando faremos uma reuniãozinha para aliviar Continue lendo

O senso de propósito de Elon Musk

O senso de propósito de Elon Musk

3 minutos Elon Musk é uma das caras do empreendedorismo do século XXI e seguramente está entre os 5 empresários que mais impactam a humanidade em nossa geração. Além de ter sido um dos fundadores do PayPal, suas principais iniciativas atuais (Tesla, Solar City, SpaceX e Hyperloop) podem mudar nosso modo de vida e o capitalismo como nós o conhecemos. As frases sobre Musk soam sempre exageradas, porém são adequadas ao que de fato ele está fazendo. Seu senso de propósito foi algo que Continue lendo

Você sabe o que é coaching?

Você sabe o que é coaching?

6 minutos Uma das experiências mais legais que vivi no ano de 2016 foi fazer minha primeira formação em coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching. Além de me permitir ajudar gestores e profissionais em suas trajetórias, as técnicas e metodologias passaram a me ajudar no gerenciamento da minha própria carreira e na minha atividade de educador corporativo. A ideia é começar a dividir também em forma de textos, um pouco dessa minha busca e desse meu aprendizado. O coaching tem crescido no Brasil, mas Continue lendo

Três práticas de gestão de Jack Dorsey

Três práticas de gestão de Jack Dorsey

3 minutos Jack Dorsey cofundou e administrou, quase simultaneamente, duas empresas icônicas do mercado de tecnologia: o Twitter, que dispensa apresentações, e a Square,  cuja proposta de valor é transformar um smartphone em um dispositivo para processamento de pagamentos com cartões de crédito e débito. Ambas as iniciativas transformaram Jack Dorsey em bilionário e fizeram sua fama entre os empreendedores do Vale do Silício. Seu perfil – publicado pela revista Forbes e republicado no livro Pense como os novos bilionários, organizado por Randall Lane Continue lendo

Essa tal Inteligência Competitiva

Essa tal Inteligência Competitiva

2 minutos Vejo profissionais de vários mercados falando sobre Inteligência Competitiva (IC), contudo é comum a utilização do conceito de forma errônea ou incompleta. Um dos erros bem comuns é confundir Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva. Enquanto o foco da primeira é adquirir, organizar e compartilhar conhecimento, de modo a aumentar a eficiência da empresa, além de transformar o conhecimento interno tácito em explícito e formal; o da segunda é dar suporte às decisões. Outro erro comum é confundir serviços de clipping, compartilhamento Continue lendo

Das coisas simples capazes de formar uma cultura positiva

Das coisas simples capazes de formar uma cultura positiva

2 minutos Gosto muito quando descubro uma prática simples, daquele tipo que qualquer gestor ou equipe poderia adotar com grandes resultados na formação de uma cultura organizacional positiva.  O exemplo que compartilho hoje vem de uma das empresas que eu mais admiro: o Whole Foods Market, um dos ícones do capitalismo consciente. A empresa é pioneira na popularização dos alimentos orgânicos e na valorização de sua cadeia de fornecedores, dentre muitas outras coisas consideradas boas práticas hoje em dia. Em seus processos internos, o Continue lendo

O executivo, o sábio chinês e as diversas formas de gerir

O executivo, o sábio chinês e as diversas formas de gerir

3 minutos O CEO gringo falou em um daqueles eventos corporativos que mescla reuniões de trabalho com painéis temáticos e palestras. Referência em seu país de origem e presença constante nas revistas de negócios, impressionou ao detalhar com veemência como capitaneou sua empresa de uma crise grave até a volta dos indicadores positivos. O relato empolgante tinha pitadas de heroísmo. Eu, na plateia, pensei com meus botões: ok, legal, mas essa é só uma parte da história. Até onde sei, sua empresa teve grande Continue lendo