liderança e gestão

A importância dos intraempreendedores

A importância dos intraempreendedores

3 minutos Existem muitos profissionais com espírito empreendedor que optam por colocar sua capacidade à disposição de uma empresa de propriedade de outra pessoa, liderando projetos e processos inovadores. Esses profissionais são conhecidos como intraempreendedores. Intraempreendedores exercem, de fato, o sentimento de dono. Normalmente, são profissionais inquietos na busca por aprimoramento, têm o radar constantemente direcionado às oportunidades e apresentam certa dose de tolerância ao risco e ao erro responsável. Houve um tempo em que profissionais como os citados acima, questionadores e proativos, eram Continue lendo

Os novos especialistas da nova administração

Os novos especialistas da nova administração

4 minutos Sabe aquelas ideias malucas de jovens que abrem suas empresas em locais como garagens e dormitórios de faculdade? Elas são a matéria-prima das novas teorias da administração e são cada vez mais aceitas nos meios tradicionais. Veículos de imprensa com foco em negócios deram destaque à estreia de novos pensadores oriundos do ecossistema das startups no prestigioso ranking Thinkers 50, publicado a cada dois anos. Eric Ries, Steve Blank e a economista Nilofer Merchant passaram a fazer parte, em 2015, de uma Continue lendo

Empowerment: mais fácil falar do que fazer

Empowerment: mais fácil falar do que fazer

2 minutos Um termo muito usado por executivos e gerentes que querem dar aquela impressionada na equipe é empowerment. Ocorre que, na maioria dos casos, o empowerment é mais discurso do que prática. O termo significa atribuir poder a alguém e pode ser caracterizado como o enriquecimento de cargos levado ao extremo. Ao conferir empowerment, o gestor não transfere apenas as tarefas e atribuições de um cargo para um funcionário de nível hierárquico mais baixo, transfere também o poder de decisão sobre aquelas atribuições. Empoderar é Continue lendo

Sobre clientes e atitudes

Sobre clientes e atitudes

2 minutos O texto de hoje é sobre o óbvio, porém se existe uma coisa que aprendi faz tempo é que o óbvio deve ser rememorado e praticado com atenção e freqüência. Tempos atrás, fui a uma livraria no shopping e em frente havia um quiosque de doces e biscoitos artesanais. Como não conhecia o empreendimento, parei por alguns instantes para observar. Ao perceber minha atenção, uma das vendedoras me abordou dizendo um script sobre os “deliciosos quitutes” que o novo estabelecimento oferecia. A abordagem me Continue lendo

Pimenta nos olhos é refresco

Pimenta nos olhos é refresco

4 minutos Caito Maia, fundador e mente por trás da Chilli Beans é um baita empresário e uma personalidade interessantíssima. Já admirava a trajetória dele por conta de um livro chamado ”E se colocar pimenta?”, escrito pelo próprio Caito e por Rodolfo Araújo, que conta a história da empresa e de seu idealizador e, em 2015, minha admiração foi reforçada quando assisti seu estudo de caso na plataforma meusucesso.com.  Ambas as fontes permitem entrar um pouco no universo apaixonado, criativo e um tanto rock`n Continue lendo

Jack Welch NÃO é “o cara”

Jack Welch NÃO é “o cara”

4 minutos O americano John Frances Welch Jr. nasceu em 1935 e fez uma brilhante carreira na General Eletric Company (GE) entre os anos de 1960 e 2001, tendo atuado como CEO durante os últimos 20 anos desse período. Os resultados de Jack Welch à frente da GE fizeram dele uma lenda no mundo dos negócios e fonte eterna de estudos de caso mundo afora. Ele próprio tem se dedicado aos livros, palestras e consultorias desde que deixou o cargo de diretor-presidente da empresa. Continue lendo

Esqueça os oceanos azuis

Esqueça os oceanos azuis

3 minutos O livro “A Estratégia do Oceano Azul” se tornou um best seller tão logo chegou às livrarias. A obra é fundamentada na ideia de que empresas bem sucedidas criam novos mercados para si (oceanos azuis), onde podem fugir das condições adversas dos setores altamente concorridos e sangrentos (oceanos vermelhos). A ideia me soou ingênua e muito mais uma analogia com evidentes apelos para virar best seller (mérito dos autores) do que, de fato, uma nova teoria administrativa que garantiria resultados. A ingenuidade Continue lendo

Jeff Bezos e o PowerPoint

Jeff Bezos e o PowerPoint

2 minutos Muitas vezes durante minha carreira, participei de apresentações de projetos ou ideias que não estavam bem fundamentadas e, apesar disso, foram aprovadas sem ressalvas. Em algumas dessas vezes, o motivo da aprovação foi uma apresentação em PowerPoint ou programas similares cheia de técnica e floreios. Os softwares empresariais possuem qualidades inegáveis, revolucionaram a forma de se trabalhar e são grandes aliados na hora de “vender o peixe”. No entanto, um efeito colateral dos pacotes office é o fato deles tornarem mais fácil a Continue lendo