fbpx

Este é um relato pessoal, que publico no intuito de provocar, quem sabe, uma reflexão em alguém que desistiu dos próprios objetivos.

A foto que ilustra o artigo é de um dos primeiros eventos do LabFazedores, quando o projeto ainda nem tinha nome e não era uma empresa. 

Mesmo assim, eu e alguns amigos queridos, convencemos quase 250 pessoas ávidas por aprender a participarem do nosso evento.

O teatro estava lotado e o evento foi um sucesso, tanto nas vendas quanto no impacto gerado.

Já havia alguns meses que eu estava dedicando energia ao meu sonho de trabalhar com educação e desenvolvimento de pessoas.

Muitos desafios, erros e conquistas vieram depois dessa foto.

A incerteza de largar uma carreira bem-sucedida no mundo corporativo foi uma grande ruptura. 

Um salto de fé.

No dia desse evento, eu ainda conciliava as duas coisas.  

O LabFazedores, que ainda não tinha esse nome, era meu trabalho depois do trabalho.

Por que eu estou escrevendo sobre isso?

Escrevo porque sou grato a esse cara que há quase três anos sonhou em construir uma nova vida.

Escrevo para reiterar a convicção de que tudo começou com um sonho.

Escrevo também para lembrar a mim mesmo que, apesar das dificuldades, está valendo a pena.

Sonhar é ingrediente primordial de qualquer realização digna de nota.

Tudo nasce da percepção de onde se quer chegar.

É comum que esse desejo não germine do intelecto ou da razão.

A fagulha da mudança pode ser um sentimento visceral, inconsciente, emocional.

Só você pode identificar o que é.

A partir da inspiração primordial é preciso vislumbrar que caminho você vai percorrer, o que quer fazer, em quem você vai se transformar daqui a alguns anos.

Visão de futuro é programar sua mente e suas atitudes em direção a uma conquista que você foi capaz de visualizar.

Você precisa enxergar essa realização acontecendo no mundo real antes de todas as outras pessoas.

Se você não acreditar no seu sonho, como irá convencer qualquer outro ser humano a acreditar nele também?

Onde você estará? Quem estará ao seu lado? Quem é seu eu do futuro? O que ele conquistou? Como você se sente com suas conquistas?

Sabe aquela realidade que aparentemente só você está enxergando e faz você pensar: por que ninguém está trabalhando nisso?

A vida de algumas pessoas seria melhor se você se dedicasse a essa questão? 

Como você quer ser lembrado por aqueles que você ama?

Talvez este seja o seu chamado.

Você está ouvindo?

Sem uma visão de futuro clara não há ponto de partida, não há como planejar as etapas, nem saber se você alcançou sua meta.

Toda realização, antes de ser concretizada, foi imaginada por alguém.

Não subestime o poder de um sonho transformado em visão de futuro.

Vamos em frente, pois ainda há muito que sonhar e realizar.