Sobre o autor

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

 

Kaio Serrate é fundador do LabFazedores, empresa com foco em aprendizagem de empresas e líderes. Tem 10 anos de experiência no mercado financeiro, onde atuou nas áreas de estratégia, marketing e governança corporativa. Também é Professional & Executive Coach certificado pela Sociedade Brasileira de Coaching e colunista do portal administradores.com.br. Produz conteúdo sobre gestão, culturas organizacionais, inovação e tendências no blog www.kaioserrate.com e no podcast LabFazedores.

É graduado em Administração, com especializações em Marketing, Estratégia e Inovação. Atualmente, encara um Mestrado em Gestão do Conhecimento e da Tecnologia da Informação.

Email: blog@kaioserrate.com

8 Comentários


  1. Muito legal seu blog, cara! Fiquei sabendo que temos muitos interesses em comum. Inclusive, frequentamos o mesmo curso (o Friends of Tomorrow). Gosto da forma como você traz o futurismo à discussão, sem aquele olhar “amedrontador” e nem “utópico”. Que bom que existem pessoas assim, interessadas e decididas a fomentar o assunto com um olhar positivo, com bastante responsabilidade e com muito requinte na hora de passar as ideias adiante. Continue assim!

    E parabéns pelas suas entrevistas. Tu leva jeito pra coisa! 🙂

    Responder

    1. Bruno, muito obrigado pelo feedback! Fico realmente agradecido!

      Cola por aqui sempre e vamos trocar ideia, cara. Esse é o propósito, fomentar conhecimento relevante e trocar ideias e experiências com outras pessoas que também se interessam por esses temas.

      Abração e obrigado mais uma vez.

      Responder

  2. Massa Caio. Cara, fale mais sobre a experiência de fazer um mestrado e trabalhar em uma empresa. Como vc concilia as duas coisas. Tenho 45 anos e quero fazer um mestrado também. Gostaria de saber como é a carga ..

    Parabéns pelo site e pelo podcast.

    Abs.

    Responder

    1. Fala André, Tudo bem?

      Vou te dizer que é desafiador, mas é possível. No meu caso (e sei que cada caso é um caso), escolhi um curso cujas matérias ocorrem à noite. Fiz uma matéria inicial como aluno especial para ver se (1) o curso correspondia às minhas expectativas e (2) se eu conseguiria conciliar. No semestre seguinte, apliquei e comecei como aluno regular. Fiz todas as matérias e, apesar de desgastante em alguns momentos, tem valido à pena. O nível de discussão e aprofundamento é, de fato, bem maior que uma pós-graduação ou um MBA. Muitas vezes, não consegui escrever os artigos que gostaria de ter escrito e em outras tantas achei que não ia dar. Outra coisa que foi difícil para mim foi começar a dissertação enquanto cursava as disciplinas. Comecei a pesquisa, mas não consegui escrever muito como via que alguns colegas que se dedicam em tempo integral conseguiam. Optei por terminar todas as disciplinas e agora me dedicar à pesquisa.

      Fora o normal, tem sempre os fatores da vida que não estavam previstos e com esses você vai lidando na medida em que aparecem. Em muitos momentos o que tenho feito é ir fazendo, pois se parar para pensar muito você acha que não vai dar. Fatiar um grande objetivo em vários pequenos. Espero dar conta dessa reta final.

      Não é fácil. Vale à pena? Para mim, está valendo. E muito!

      Espero ter ajudado. Abração.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *